Newsletter Yellow Pad | agosto 2021

One Pagers, Expedições ao passado, Conversas em equipa, Vacinas e Obras de arte

Em janeiro publiquei um texto sobre o Seinfeld e a forma sistemática como aborda o trabalho, numa carreira que já conta com mais de 40 anos. Fi-lo inspirada por este livro, que é uma espécie de autobiografia contada através das piadas que ele escreveu. 

Quando o comecei a ler, surpreendeu-me a forma como o texto se distribui pelas páginas: quase como um poema, parece ditar o ritmo a que as frases devem ser ditas para maior impacto. Recentemente, num e-book de que vou falar em seguida, descobri que ele demora até 2 anos a construir cada piada, numa luta obsessiva para chegar ao número certo de palavras e sílabas em cada frase. 

O Seinfeld diz-se, ainda hoje, surpreendido por ter conseguido vender à NBC a ideia de fazer uma série sobre a forma como um comediante obtém o material para as suas piadas. Para ele, o conceito era tão absurdo como se, podendo voltar atrás no tempo, decidíssemos ir com o Van Gogh a uma loja comprar tintas, em vez de optarmos por vê-lo pintar. O sucesso da série e de plataformas como a Masterclass mostra-nos que há também algo de fascinante em espreitar atrás das cortinas - e acredito que fazê-lo pode ser uma forma de aprender por observação

E agora os temas deste mês, vamos a isto!  


A Arte do One Pager

A preparação para uma missão espacial envolve estudar uma quantidade inimaginável de informação. Como fazê-lo de forma acelerada, em menos de 6 meses? A resposta, para o Comandante da NASA Chris Hadfield, está nos One Pagers - resumos de uma página que lhe permitiam recordar os sistemas e conceitos mais complexos quando estava no espaço. Quando descobriu este método, o Jeremy Connell-Waite, designer de comunicação global da IBM, decidiu experimentá-lo, e recentemente lançou um e-book sobre a arte do One Pager.

Exemplo de One Pager - Créditos: Jeremy Connell-Waite

Uma ideia interessante para consolidar aprendizagens depois de uma formação, ou mesmo depois de ler um livro ou ouvir um podcast.

Ler o e-book (gratuito)


Expedições ao passado

Dois dos One Pagers que surgem no e-book resultam de “expedições arqueológicas” do autor ao passado da IBM, em busca de histórias que lhe permitissem compreender melhor a empresa em que trabalha. Foi isto que tentei fazer quando me propus escrever a história da loja dos meus pais, de que já falei na edição de fevereiro, e também quando decidi contar a história do meu tio-avô.

De ambos os livros resultou uma compreensão mais alargada da minha família - quem somos, o que nos move, que valores nos guiam, como lidamos com as adversidades. Um exercício que me parece muito útil, não só na esfera pessoal, mas também na dimensão profissional. Se quiseres ajuda para o fazer estou disponível, basta responder a este email.


Ler e conversar

Em 2018 tive a sorte de trabalhar com a Way Beyond e de assistir a um ritual de equipa que achei incrível: era segunda-feira, e ao almoço a conversa incidiu sobre um artigo que todos tinham lido com o propósito de o discutir e partilhar pontos de vista. Surpreendeu-me o compromisso (todos tinham dedicado tempo a ler o texto), a abertura na discussão (nem todos concordavam com a ideia central), e o entusiasmo (o texto era sobre trabalho). Num momento em que todos sentimos falta de boas conversas, eles decidiram sistematizar e partilhar esta prática, para que a possamos implementar nas equipas de que fazemos parte. Obrigada!

Ler sobre a iniciativa


A psicologia da vacinação

A discussão é sobre vacinação, mas podia ser sobre qualquer domínio que envolva mudança comportamental - nove especialistas de várias áreas, da Psicologia ao Marketing, da História à Tomada de Decisão, partilham opiniões informadas sobre o tema quente do momento: como vacinar o máximo de pessoas possível? As respostas vão desde o poder das histórias e das metáforas (versus factos e informação), à aversão à perda, ao impacto dos influenciadores e dos “convertidos”. 

Ouvir o podcast (1h37)


Ir ao museu em casa (ou no escritório)

480.000 obras de arte do Louvre e do Musée National Eugène-Delacroix estão agora disponíveis para consulta online. Uma opção interessante para explorar a coleção em equipa é o exercício sugerido pelo Rob Walker no livro The Art of Noticing: cada pessoa olha durante para 5 obras de arte durante 10 minutos cada (num total de 50 minutos) e depois encontram-se ao almoço para discutir a experiência. O objetivo é desenvolver a capacidade de observar com atenção - da conversa vão provavelmente resultar inconsistências no nível de detalhe com que cada um reteve os pormenores das obras, apreciações diferentes sobre o seu significado, e uma lição importante sobre primeiras impressões. 

Visitar as coleções


Estas foram algumas das ideias que passaram pelos meus cadernos ao longo deste mês e que escolhi partilhar contigo.

Fica à vontade para responder a este e-mail e para enviar a newsletter para outras pessoas!

Até setembro! 👋