Newsletter Yellow Pad | março 2021

Trabalho remoto, Millennials, Inovação e Aprendizagem Infinita

O tema da ambiguidade, de que falei na última edição da newsletter, gerou muitas e variadas reações. 

Entre elas, a ideia de que a ambiguidade pode até ser produtiva, na medida em que pode constituir uma oportunidade para incentivar e apoiar o raciocínio crítico e criativo, por exemplo no ensino da matemática. 

Analisando o seguinte enunciado:

A Inês vai pôr a secar 12 guardanapos. Como é uma rapariga muito organizada, pendura todos os guardanapos usando sempre o mesmo processo. De quantas molas necessita a Inês para pendurar os guardanapos?

Todos concordamos que o problema é ambíguo, porque não sabemos qual o processo que a Inês usa para pendurar os guardanapos. Contudo, com esta ambiguidade, abre-se espaço para que as crianças, baseando-se no conhecimento que têm do dia-a-dia, comecem a inventariar possíveis modos de pendurar os guardanapos e a determinar, para cada modo, o número de molas, familiarizando-se com o tipo de raciocínio “se… então…”. 

Assim, se apresentássemos o enunciado completo às crianças estaríamos a empobrecer significativamente as potencialidades do problema para a aprendizagem da Matemática.

Como pode a ambiguidade tornar-se produtiva no teu contexto? Partilha as tuas ideias comigo!

E agora os temas deste mês, vamos a isto! 


Especial trabalho remoto

5 perguntas a quem sabe

A propósito de um projeto que estamos a desenvolver, a Carolina Cassapo falou-me da Officeless, que ajuda empresas a fazer a transição para o trabalho remoto. Foi assim que descobri o case study da Catho e entrei em contacto com a Etienne Castro. Queria entender como o modelo evoluiu entretanto, o que aprenderam no caminho e que desafios têm hoje. As respostas não poderiam ter sido mais claras e inspiradoras. Obrigada Etienne! 

Ler a entrevista 

Tendências, desafios e oportunidades pós-pandemia

Partindo de algumas tendências que tenho observado no mercado sobre o tema do trabalho remoto, lancei este mês o primeiro report Yellow Pad. Além de histórias de empresas que estão a transformar a sua forma de trabalhar, partilho também exemplos de empresas que já eram 100% remotas antes de todo o mundo o ser, e deixo algumas pistas para o futuro. 

Ver o report


Os mitos sobre os Millennials

Quando pensava que já tudo tinha sido dito sobre a minha geração e que os holofotes estavam agora voltados para a Geração Z, começaram a surgir na imprensa textos a alertar para a possibilidade de sermos a nova “Geração Perdida”, por estarmos perante a segunda grande crise das nossas vidas no espaço de dez anos. Antes que os especialistas nos condenem de vez a uma carreira fracassada, decidi escrever sobre os 3 grandes mitos que, na minha opinião, condicionam a opinião que a sociedade tem sobre nós.

Ler o artigo


Cozinhar conhecimento

O elBulli foi, durante muitos anos, considerado o melhor restaurante do mundo. Em 2011, depois de 3 décadas de operação, fechou portas. Para preservar o seu legado e encontrar novas formas de lhe dar sentido, Ferran Adrià criou um laboratório de inovação onde especialistas de diversas áreas estudam os seus princípios e constroem novo conhecimento. Descobri este projeto num trabalho que fiz para a Coelho da Cartola, e continua a alimentar a minha imaginação!

Ver vídeo sobre o elBulli Lab (4 min)


Aprendizagem infinita

Fui selecionada para testar uma app de formação que nasceu a partir de um podcast que acompanho há algum tempo. O curso que estou a fazer foi criado para empreendedores, e cada dia trabalha uma competência essencial a partir de entrevistas com pessoas que fundaram ou que gerem grandes negócios. Uma das aulas foi sobre a importância de nunca parar de aprender. Se hoje fosse editar este artigo que publiquei em 2019, acrescentava a seguinte ideia que retirei do curso para partilhar contigo: 

Olha para a tua agenda de segunda-feira. Em vez de pensares sobre o que vais fazer ou dizer em cada reunião, identifica o que vais aprender em cada momento. 


Estas foram algumas das ideias que passaram pelos meus cadernos ao longo deste mês e que escolhi partilhar contigo.

Fica à vontade para responder a este e-mail (obrigada Ana Boavida pelos ensinamentos sobre ambiguidade produtiva e raciocínio matemático) e para enviar a newsletter para outras pessoas!

Até abril! 👋